CNMP - 2018

A música que todos deveriam saber a letra

Comemorando os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Contexto

No Brasil, o conceito de “direitos humanos” foi banalizado e é frequentemente associado, de forma errônea, à proteção daqueles que infringem a lei e não de todos os cidadãos.

Diante disso, existe o desafio de mostrar toda a abrangência dos 30 artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, tornando- os mais conhecidos e interessantes para o público.

Ideia

Para comemorar os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, criamos “A Música que Todos Deveriam Saber a Letra”: uma música em que os 30 artigos foram musicados e cantados pela rapper Karol Conká.
Além da rapper, também participaram do clipe a cantora Daniela Mercury e sua esposa, Malu Mercury, embaixadoras da ONU no combate à homofobia, e Keila Simpson, presidente da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra). Cada cena abordava um dos artigos, tornando os 30 direitos mais fáceis de memorizar e mostrando, dessa forma, que os Direitos Humanos fazem parte da vida de todos nós.

RESULTADOS

O videoclipe foi lançado na íntegra no programa Fantástico da Rede Globo. No Youtube, teve mais de 60 mil visualizações, no Facebook, obteve mais de 13 mil visualizações, sem contar os diversos compartilhamentos nas redes pessoais dos artistas participantes do projeto.

Mais Cases

CASE ANTERIOR
PRÓXIMO CASE