Ministério da Cidadania - 2019

Prevenção ao Uso de Drogas

20 reuniões, 1396 e-mails trocados e 36 horas de gravação. Um grande esforço que valeu a pena, em uma campanha tão importante para a Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas e, claro, para todo o país.

INTRODUÇÃO

A Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, entre outras competências, tem como objetivos assessorar e assistir o Ministro de Estado quanto às políticas sobre drogas relacionadas à supervisão e articulação das atividades de prevenção ao uso de drogas, de atenção, apoio, mútua ajuda e a reinserção social de usuários e dependentes de drogas.

Uma secretaria com tais objetivos merecia uma campanha que fizesse jus ao desafio. O que você vai ver a seguir é o resultado de 20 reuniões, 1.396 e-mails trocados, 36 horas de gravação e, acima de tudo, muita determinação.

IDEIA

O principal desafio de comunicação consistiu em não apenas dar informações, mas trabalhar junto aos jovens de 14 a 18 anos, de forma educativa e esclarecedora, conteúdos que criassem comportamentos de prevenção e autocuidado. Levando em consideração esse cenário, percebeu-se que o sonho de todo jovem é tornar-se independente e realizar suas próprias escolhas. Mas ao experimentar drogas, ele tem grande chance de se tornar dependente. Por isso, chegamos ao conceito: "Você nunca será livre se escolher usar drogas”. E esse tom permeia toda a campanha, que coloca o jovem como protagonista das suas próprias escolhas ao clarificar que esse jovem fica preso ao vício e não consegue se livrar das drogas, perde seu direito de escolha e fica impedido de continuar a viver e a realizar seus sonhos.

CONTEXTO

O uso indiscriminado de drogas vem sendo associado ao aumento da criminalidade e práticas de delinquência que acarretam em perdas individuais e sociais, levando o indivíduo à exclusão social. Diante disso, foi preciso sensibilizar o público dos malefícios causados pelo uso de drogas, com vistas à conscientização, para criar comportamentos de prevenção e autocuidado.

RESULTADOS

A campanha de Prevenção ao Uso de Drogas cumpriu os propósitos preestabelecidos, pois, avaliando os esforços de mídia e os resultados obtidos de alcance e frequência nos mercados e meios pesquisados, pode-se confirmar que a campanha atingiu os objetivos de mídia do planejamento inicialmente aprovado.

Dessa forma, uma vez que o número médio de vezes considerado eficiente para compreensão e retenção da mensagem gira em torno de 3, para a 1ª fase da campanha (24 de junho a 31 de julho de 2019) foi atingido um número próximo de 2 para os meios TV, rádio e internet, possibilitando maior visualização da mensagem no target do briefing. Um alcance de mais de 216 milhões de pessoas, gerando mais de 834 milhões de impactos, com uma frequência 2+.

Já na 2ª fase (25 de outubro a 6 de dezembro de 2019), foi atingido mais de 2 para os meios TV e rádio, possibilitando maior visualização da mensagem no target do briefing. A campanha alcançou mais de 34 milhões de pessoas e gerou mais de 238 milhões de impactos, com uma frequência 2+.

+250 MILHÕES

Alcance de pessoas

+ 1 BILHÃO

Impactos de pessoas

2+

Frequência média

Mais Cases

CASE ANTERIOR
PRÓXIMO CASE